01/04/2017 - Personalidade
ENTREVISTA: Roman Dario Cuattrin



ENTREVISTA:    Roman Dario Cuattrin

Idade: 45  anos

Estado Civil: casado

Profissão: bancário

Cidade natal: Rosário, Argentina

 

1 – Você é morador de Águas Claras desde quando?

Desde julho de 2003

2 – Onde você morava antes de Águas Claras?

Morei por 5 anos no Cruzeiro, e antes disso, em Governador Valadares, MG

3 – Você é um dos três administradores da página no FACEBOOK “AMAAC – ASSOCIAÇÃO DE MORADORES E AMIGOS DE ÁGUAS CLARAS-DF”. A página tem mais de trinta mil membros. Como é sua rotina de trabalho, especificamente, com a página da AMAAC?

Criei a página em 2013, algum tempo depois de entrar na AMAAC, ainda sob a presidência do Rubinho, como forma de aumentar o contato com a população. Apostava que o canal seria útil e célere para que as informações fluíssem. Hoje, somos 3 moderadores que verificam a procedência dos posts, avaliam as denúncias, apagam posts repetidos ou fora das regras e tentam deixar as coisas livres, mas com responsabilidade. Dedico cerca de 1 hora diária exclusivamente para cuidar do grupo.

4 – Você tem uma estatística de postagens diárias no grupo?

Há dias em que mais de 100 posts são criados. Por outro lado, quando pinta um assunto polêmico, há poucos posts, mas alguns ficam com mais de 600 comentários.

5 – Do que o morador de Águas Claras mais reclama?

Podemos dizer que isso é cíclico: Falta de calçadas, cocô de cachorro, barulho e perturbação do sossego (aí incluídos os escapamentos das motos, arruaça nas praças, eventos públicos, etc), transgressões de trânsito (estacionar nas calçadas, de maneira irregular, andar na contramão), engarrafamentos e por último, mas não menos importante, a falta de atenção do poder público, traduzido em falta de segurança, falta de equipamentos públicos, falta de fiscalização de trânsito e falta de ação para resolver os problemas dos prédios abandonados.

6 – Qual o ponto mais elogiado da cidade de Águas Claras?

A arquitetura, as variadas opções gastronômicas, a infraestrutura com tudo próximo e o0 sentimento de comunidade estão entre os pontos fortes da cidade. Em determinadas épocas, surgem assuntos que merecem elogios, mas são pontuais em função de alguma ação tomada.

7 – Você tem pretensões políticas?

Posso falar pelo momento atual: não há nenhuma pretensão com exceção de morar em uma cidade melhor, com infraestrutura mais condizente às expectativas da população.

8 – Sem citar nomes, mas qual foi a postagem mais polêmica na página da AMAAC? As três postagens mais debatidas entre os participantes?

Posso citar as mais polêmicas recentemente:

1)      Ações policiais preventivas nas praças

2)      Post de um adolescente pleiteando o direito de fazer o que quiser nas praças

3)      Utilização de espaços públicos de maneira irregular por feirantes, ambulantes, outdoors e outros exemplos, mas que demonstram a ausência do poder público

9 – Como você, Roman Dario Cuattrin, enxerga o atual momento da política brasileira?

Descrença na grande parcela que nos representa, em todas as esferas. São poucos os que se salvam de acusações de propinas, favorecimentos, irregularidades, desvios e descuido com a coisa pública. Falo isso do executivo e do legislativo.

10 – Pela página da AMAAC, como os moradores e frequentadores de Águas Claras se divertem na CIDADE VERTICAL? Locais de lazer? Gastronomia? Carnaval?

Os moradores ficam sabendo das inaugurações dos diversos espaços de lazer: restaurantes, bares, choperias, centros comerciais e de lazer, marcam caminhadas, formam, grupos de corrida e de passeios ciclísticos, combinam piqueniques no parque, montam grupos específicos cia Whatsapp...

11 – Vou citar alguns temas, e você responda pelo seu ponto de vista (sua experiência de convívio em Águas Claras), o que fazer para melhorar em Águas Claras.

a)      TRÂNSITO: o DETRAN-DF deveria ouvir a população, efetiva usuária do meio de transporte. Desde que não infringissem leis, a opinião deveria ser mais levada em conta

b)      ASSALTOS (QUANDO O MORADOR VAI ENTRAR NA GARAGEM DO PRÉDIO; SEQUESTROS RELÂMPAGOS, ROUBOS A CARROS, ETC): necessitamos de mais ostensividade, o que só ´é possível com efetivo e infraestrutura, Temos no 17º BPM um dos menores índices do DF de policiais x habitantes da área de atuação do batalhão

c)       COMÉRCIO: ativo, diversificado, pra todos os gostos. Por outro lado, alguns pecam no atendimento. Quase não vemos reclamações quanto aos custos, mas sempre quanto à atenção, quanto à falta de respeito, quanto à necessidade de treinamento

d)      TRABALHO: como no resto de Brasília e do país, poucas opções de trabalho

e)      SAÚDE (POSSÍVEIS FOCOS DE DENGUE; HOSPITAIS; CLÍNICAS MÉDICAS, ETC): muitos focos de mosquitos nas obras abandonados, lotes com restos de obras paralisadas. Apesar do governo alegar que monitora todos esses lugares, não é bem isso que constatamos. Águas Claras vertical não possui hospital, posto de saúde ou mesmo posto de vacinação. Até fev/2017, não tínhamos nem clínica de vacinação pública nem mesmo na Clínica da Família, no Areal. Tínhamos que nos deslocar até Taguatinga ou Vicente Pires. Vejam o paradoxo: uma região sob regularização já tinha equipamentos públicos que até hoje não temos. Em termos particulares, somos bem servidos na área da saúde preventiva e de análises, com diversas clínicas e laboratórios.

f)       PRAÇAS E PARQUES: após mais de 8 meses de atraso, justificados pelo governo por conta de uma alteração que incluiu o estacionamento (ninguém consegue entender tanto tempo por causa disso), a praça da estação Arniqueiras finalmente será entregue. Mas esta praça, infelizmente, é exceção e não regra. Temos 8 praças ainda sem nenhuma infraestrutura, algumas delas um verdadeiro descampado. Quanto aos parques, a AMAAC briga pela implantação dos Parques Central e Sul. Provocamos audiência pública para discutir a respeito e, como amicus curiae no processo movido pelo ministério público contra o GDF, acompanhamos e sugerimos ações para acelerar estes empreendimentos. No momento, comemoramos a realização do concurso público que está escolhendo os projetos vencedores a serem destinados aos parques. Depois, lutaremos para que apareçam, recursos para que saiam do papel.

12 – Uma mensagem à população de Águas Claras e aos participantes do grupo da AMAAC?

Água Claras é um lugar belíssimo, de pessoas diferenciadas, que efetivamente defendem a qualidade de vida do lugar que escolheram para viver. São cidadãos que prezam por suas obrigações e exigem o cumprimento das leis. Reclamam de tudo? Não. Fazem valer seus direitos, o que é diferente. A AMAAC participa ativamente desse movimento e fomenta a construção plena do CIDADÃO, sendo um elo entre o poder fiscalizador dos moradores e o governo que os representa.

 




| Mais
Comentários
Comente
Nome:

Email:
não será publicado
Comentário:

Chave:
Enquete
 
Você é a favor de Barreiras Eletrônicas ao longo da Avenida Araucárias?




Votar    Ver resultados
 
Jornal de Águas Claras
© Todos Direitos Reservados